Monday, April 5, 2010

Triste historia. By Paula C.

Nos que temos filhos, precisamos estar sempre alertas no que esta' acontecendo por ai. Esse caso e' serio e muito triste.

Phoebe tinha 15 anos, era bonita, atraente, inteligente e gentil. Phoebe se mudou da Irlanda para Western Massachusetts e matriculou-se no South Hadley High School. A escola fica numa area de classe media que abraca o Rio Connecticut. Phoebe tinha uma nova casa, num novo pais; Tinha uma nova escola e uma nova cultura. Ela era "the new girl" da South Hadley High e teve um breve "namorico" com um dos Senior boys, jogador de football do time da escola e sendo assim, passou a ser alvo de garotas ruins e invejosas. Elas achavam que Phoebe nao sabia "o lugar dela" e que ela era uma intrometida e que por isso tinha que pagar...

Muitas criancas e adolescentes sao implicantes e ruins mas essas meninas foram muito mais longe, elas comecaram a perseguir Phoebe a chamando de "Irish Slut"! As perseguicoes, os palavroes e as ameacas eram inumeras e nao parou por ai...As meninas malvadas tambem faziam cyber bullying e programaram o estupro em que Phoebe ia ser a vitima...Com a ajuda de dois colegas da escola, Mulveyhill e Austin Renaud, de 18 anos, Phoebe foi estuprada...

Em meados de Janeiro, quando Phoebe caminhava de volta pra casa, as "mean girls" jogaram latinhas de refrigerante nela, enquanto a perseguiam de carro. Phoebe continuou caminhando e quando chegou em casa, entrou no seu closet e resolveu dar fim ao sofrimento dela. Phoebe se enforcou e a irma de 12 anos a encontrou.

Como se nao bastasse tamanha frieza e crueldade, as meninas malvadas comemoraram a morte de Phoebe pela internet, nas paginas do Facebook. Elas fizeram um "get together" numa cabin, em Holyoke, dois dias apos a irma de Phoebe ter a encontrado morta. Alem disso, uma das meninas estava extremamente orgulhosa de como mentiu e enganou os policiais quando foi investigada. Investigada??? Entao a escola sabia do bullying?? Sim, a escola e todos que trabalhavam la sabiam que Phoebe estava sendo perseguida e NADA FIZERAM pra impedir tamanha marginalidade!

Ate quando isso ainda vai acontecer?? Quantas Phoebes precisam ir embora para algo ser feito neste mundo contra bullies?? A falta de consequencias desde a fase infantil gera adolescentes crueis e sem limites. Sera que sao todos os pais que se preocupam se os filhos estao bullying alguem? Ou sera que a maioria so pergunta aos filhos se eles estao sendo bullyied? Voce sabe se voce tem um bully em casa?

Como se "bully proof" uma crianca? Ensinando o famoso: "Olho por olho, dente por dente" ou colocando-os na bolha da protecao? Sera que e por ai? Na minha modesta opiniao, incentivar o olho por olho so leva os ja inclinados a agressividade, ao extremo e evitando a escola e o contato com outras criancas, nao os prepara para vida. Sim, porque a vida e' doce, mas tem muitas camadas amargas, e e' contra elas que temos que ensina-los a lutar.

Essa triste historia de Phoebe, como outras que infelizmente vem acontecendo no mundo, so me faz refletir o quanto e' importante pra nos pais, conhecermos nossos filhos. Precisamos estar atentos a sinais, assim como tambem precisamos conversar muito com as criancas e deixar sempre o "canal aberto". Um dia a adolescencia vai chegar e estaremos a disposicao pra ajudar no que for preciso. A comunicacao entre pais e filhos pode evitar muitos problemas, como por exemplo, esse triste fim de Phoebe.

Pais, e' importante que desde cedo voces estejam atentos aos sinais: se seu filho bate nos amiguinhos, se ele nao consegue brincar em grupo, se ele joga objetos nos outros. Nao feche os olhos a nenhum sinal. Ja' vi muito pai falar: - ele e' muito pequeno ainda, nao sabe....
Mas pensem no futuro, quando eles forem adolecentes voces sofrerao se eles forem vitimas de bullying ou se forem indiciados e presos por serem os causadores de bullying.

http://parenting.blogs.nytimes.com/2010/04/01/the-parents-of-the-bully/

5 comments:

Taty said...

meu, que absurdo...

passou uma novela no brasil em que os pais incentivavam o filho a sacanear os amigos... no final o cara terminou prestando serviços comunitários... no brasil é muito feito pela questão de peso... nos estados unidos qq coisa é motivo... triste realidade do MUNDO :(

Familia Cipriano said...

Que historia mais horrenda,
mas infekizmente acontece no dia a dia perto eloge de nos.
E preciso ter mesmo olho aberto.

Mari said...

Estas historias são muito serias e muitos pais não se dão conta. Muita gente pensa que bullying só acontece na adolescencia e que portanto não precisa se preocupar porque seus filhos são pequenos. O Eduardo começou a sofrer bullying na escola, agora, com apenas 6 anos de idade. O que eu percebi foi que ele achava que poderia resolver o problema sozinhos e mesmo conversando muito com ele, foi dificil tirar dele as informações. Eu sabia que alguma coisa estava errada mas ele não me contava. Só com muita conversa foi que ele foi se abrindo e conseguimos resolver o problema junto com a escola (que pra meu alivio foi ótima).
Mas eu acredito que mantendo a porta do diálogo aberta, nós pais podemos detectar a maioria dos casos e ajudar nossos filhos a resolver o problema.
Qto a criança que pratica o bullying: eu imagino que estas sofram da mesma maneira. Observar nossos filhos e educa-los desde a mais tenra idade é sem duvida o caminho. O Sergio costuma dizer que as crianças nascem más e os pais é que as endireitam. É claro que é uma brincadeira, mas certamente nenhuma criança é santinha e cabe a nós mostrar a elas os limites.
Adorei o post.

bjs

Familia 4M said...

Oi De...
Me preocupo muito com isso e sempre estou de olho no comportamento da Mari..se algo está estranho ja trato de saber se aconteceu algo diferente, é sempre bom previnir para evitar futuros problemas
Bjs

Lucianna said...

Infelizmente essa eh a realidade dos jovens, principalmente na America do Norte. Mas sabe o que eh mais engracado? As escolas sabem que isso acontece, sabe quem sao as vitimas e quem sao os agressorem, mas nao fazem absolutamente nada, nao cumprem o seu papel, porem sao rapidas ao ensinar as criancas a discar 911 e chamar child aid casos os pais as repreendam... Os valores estao todos trocados....